PSP de Portalegre assinala 142 anos (c/vídeo)

O Comando Distrital de Portalegre da Polícia de Segurança Pública (PSP) comemora hoje, segunda-feira, dia 15 de junho, 142 anos.

O superintendente Joaquim Simão, comandante do Comando Distrital de Portalegre da PSP, refere que “a força de segurança mantém a dedicação e profissionalismo em prol da paz e da ordem no distrito”.

A Esquadra de Elvas da PSP assinalou esta data com o hastear da Bandeira Nacional, seguindo todas as medidas impostas pela Direção-Geral de Saúde.

O comandante da Esquadra de Elvas da PSP, comissário Rui Massaneiro, refere que, “devido à pandemia Covid-19, o aniversário foi celebrado de forma singela”. Massaneiro deixa a garantia à população de que “podem sempre contar com os agentes da PSP”.

O último ano ficou marcado pela pandemia Covid-19. O comissário Rui Massaneiro refere que a força de segurança “teve de adaptar-se ao estado de emergência que esteve em vigor no país”.

Questionado pela Rádio ELVAS sobre as obras na esquadra da PSP, o comandante referiu que “tudo indica que devem começar antes do final deste mês”.

O Corpo de Polícia Civil de Portalegre foi criado a 15 de junho de 1878, assinalando hoje 142 anos.

Através do seu Brasão de Armas, este comando adotou desde logo uma simbologia patriótica, de sagacidade e pureza, mas também de valor, ardil e ânimo no cumprimento da missão que lhe está cometida. Esta simbologia realça ainda hoje os valores institucionais e individuais dos seus elementos, identificando a cultura da corporação, a estratégia na atividade profissional e os respetivos valores, designadamente:

  • Responsabilidade – Na assunção dos direitos e deveres constitucionais, em lealdade para com o país, a instituição e todos que servem com o máximo profissionalismo;
  • Transparência – Através da pureza de caracter, caraterizando a missão policial pela isenção, imparcialidade e integridade;
  • Compromisso – Na dedicação, empenhamento e coragem permanentes no serviço e na aquisição contínua do conhecimento com vista ao melhor desempenho na causa pública pelo satisfação do cidadão e da comunidade;
  • Humanismo – Na solidariedade, no respeito, na tolerância e camaradagem interna e na valorização dos parceiros que connosco trabalham em conjunto numa atenção e proximidade constante ao cidadão.