Ministra da Cultura elogia iniciativa cultural da Câmara de Elvas

“Cultura sai à rua” é o nome do programa que a Câmara Municipal de Elvas tem estado a desenvolver, para que se possa, regressar, aos poucos, à normalidade, mas sobretudo para que os agentes do setor possam viver melhores dias, que, devido à Covid-19, se viram impedidos de trabalhar.

A ministra da Cultura, Graça Fonseca, aquando da sua visita a Elvas, para conhecer a obra do Museu de Arqueologia e Etnografia António Tomás Pires, enalteceu esta programação cultural, apelando para que outras autarquias sigam o exemplo, este verão.

“Obrigada aos presidentes de câmara que também estão a fazer isto e, de alguma maneira, incentivar e apelar a todos para que coloquem programação cultural nas salas, nas ruas, nas praças, como se conseguirem organizar, porque é fundamental para os artistas e os técnicos e muito importante para as pessoas”, diz Graça Fonseca.

Graça Fonseca agradece ainda a Nuno Mocinha a iniciativa e lembra que esta é uma forma de “transmitir confiança à população”. “O regressar à participação cultural é algo que transforma a forma como saímos, progressivamente, desta situação”, explica a ministra.

“É importante para a coesão social, para o relançamento da economia e é muito importante  que os nossos parceiros, dos municípios o façam”, remata.

A iniciativa da autarquia elvense, que teve início no passado dia 6 de junho, vai estender-se até setembro. Nela já participaram artistas como Soraia Branco, João Tenreiro e Jorge Góis, assim como grupos como Voz Amiga da Terrugem e Alentejo Vadio.