Marcelo e Rei de Espanha em Elvas dia 1 de julho

O Presidente da República português, Marcelo Rebelo de Sousa, e o rei espanhol, Filipe VI, vão estar juntos na reabertura das fronteiras entre Portugal e Espanha, a 1 de julho, no Caia, entre Elvas e Badajoz.

O primeiro-ministro de Portugal, António Costa, e o chefe do Governo de Espanha, Pedro Sánchez, também estarão presentes neste ato simbólico da retoma da aproximação entre os dois países ibéricos, muito importante para os territórios transfronteiriços.

O que está previsto é que os dois Chefes de Estado se encontrem em território português, de seguida a comitiva transpõe a fronteira para o lado espanhol onde vai decorrer uma pequena recepção, antes de regressar a Portugal, para ser servido em Elvas um almoço para as entidades participantes no ato oficial.

A fronteira entre Portugal e Espanha é a mais comprida da Europa e foi encerrada a 17 de março. A 1 de julho, quando reabrir, completam-se 106 dias de encerramento, um pouco mais de 15 semanas.

A data de 22 de junho ainda chegou a ser anunciada como a da reabertura da fronteira, segundo afirmou uma ministra de Espanha, mas prontamente os dois governos ibéricos se apressaram a desmentir a hipótese, tendo, mais tarde, acordado a data definitiva de 1 de julho.