Futebol de formação não enfrenta riscos acrescidos, diz Bruno Silva

O fim forçado do futebol de formação devido à pandemia de Covid-19 pode ter impacto a curto e médio prazo no desenvolvimento dos jovens.

Depois da Federação Portuguesa de Futebol cancelar os campeonatos nacionais de futebol e futsal dos escalões de formação, os jovens viram-se impedidos de continuar a praticar as modalidades.

Bruno Silva, treinador em “O Elvas” Clube Alentejano de Desportos, considera que, apesar de tudo, “o futebol de formação não está em risco. Agora é necessário transmitir confiança aos jovens e aos encarregados de educação, para quando a prática desportiva regressar”.

Os treinos nos escalões de formação deverão retomar no final de agosto.