Soraia Branco e João Tenreiro cantam fado na Sé de Elvas

No âmbito da iniciativa “Cultura sai à rua”, da Câmara Municipal de Elvas, Soraia Branco e João Tenreiro atuaram, ontem à noite, na Sé Catedral da cidade.

Ainda antes do espetáculo, a reportagem da Rádio ELVAS esteve à conversa com os dois artistas que foram unânimes ao considerar que a cultura tem sido esquecida, por esta altura, sendo que, pelo menos há três meses, que não cantavam em público.

“Não há dúvida nenhuma que este interregno que nós todos sofremos, ao longo de três, nos vai prejudicar nos espetáculos, porque há três meses que não cantamos, mas vamos fazer os possíveis por agradar”, diz João Tenreiro. O fadista agradece ainda ao presidente da Câmara de Elvas esta iniciativa, uma vez que está a ser dada aos artistas do concelho a oportunidade de, “a receber uns tostões”, regressar aos espetáculos.

Soraia Branco, por sua vez, revela que tem vivido toda esta situação “com muita esperança”, embora lamente que a cultura tenha sido quase que esquecida, por esta altura. “Agradeço à Câmara Municipal, por dar a oportunidade aos artistas de Elvas por poderem divulgar a sua arte”, remata.

Para assistir a este espetáculo, todos os presentes se sentaram com as devidas distâncias de segurança, fazendo uso de máscara de proteção, como se pode ver nas imagens.

A iniciativa “Cultura sai à rua” prossegue na quarta-feira, dia 10, feriado nacional, às 10 horas, com uma arruada pela Bandalheira Street, percorrendo o centro histórico de Elvas. Pelas 21.30 horas haverá um concerto dos Alentejo Vadio, no ciclorama do Jardim Municipal.