Miguel Carvalho: “equipas de intervenção permanente são o futuro”

A Equipa de Intervenção Permanente dos Bombeiros Voluntários de Campo Maior assinalou recentemente o seu primeiro aniversário.

Miguel Carvalho, comandante da corporação campomaiorense considera que esta equipa “é uma mais-valia para a vila”, assegurando que “ter estes cinco elementos, de forma permanente, com o apoio do Estado e do município e é o futuro de qualquer corporação”. O comandante mantém a esperança de que, num futuro próximo possa ter duas equipas em Campo Maior.

“Estas equipas foram pensadas para fazer face nas horas normais de trabalho, onde existe escassez de mobilização de voluntários, eles fizessem essa compensação, o futuro dos bombeiros são essas equipas, para que nos sintamos mais seguros e protegidos”. diz Miguel Carvalho.

O comandante da corporação dos Bombeiros Voluntários de Campo Maior afirma ainda que “esta equipa assume-se também como importante para o socorro à população campomaiorense”.

A Equipa de Intervenção Permanente dos Bombeiros Voluntários de Campo Maior é composta por cinco elementos, que asseguram de forma permanente o cumprimento de missões que, no âmbito da Proteção Civil, estão confiadas aos bombeiros.