Espaços culturais de Elvas gratuitos até final do ano

A Câmara de Elvas decidiu reabrir, na quarta-feira passada, dia 3 de junho, ao público, sete equipamentos municipais, todos eles ligados às áreas da cultura e do turismo, sendo que, até final do ano, e segundo o presidente da câmara, Nuno Mocinha, as entradas nos vários espaços culturais da cidade contam com entrada gratuita.

Mocinha lembra ainda que “ninguém é obrigado a nada”, nesta altura de desconfinamento, pelo que, quem quiser visitar, por exemplo, um museu, terá de o fazer seguindo as regras impostas pela Direção-Geral da Saúde.

Nesse sentido, o autarca deixa o convite aos elvenses que ainda não conhecem todos os espaços municipais que têm ao seu dispor, assegurando que esta será uma forma “agradável de ir desconfinando”.

Reabertos ao público estão já a biblioteca Dra. Elsa Grilo, o posto de turismo da Praça da República, os fortes da Graça e de Santa Luzia, o Museu de Arte Contemporânea, a Casa da Cultura e a Casa da História Judaica.