Diferença de valores são “erros contabilísticos”, diz Amadeu Martins

A auditoria efetuada às contas e procedimentos da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Elvas revela alegadas “divergências superiores a 75 mil euros”, entre dois registos contabilísticos existentes.

A Rádio ELVAS contactou Amadeu Martins, antigo presidente da Direção dos bombeiros, visada na auditoria, que nos referiu que “a diferença de valores entre as duas contabilidades dizem apenas respeito a erros contabilísticos. O que acontece é que, na associação, há uma contabilidade e, depois, há uma empresa credível que nos faz a contabilidade. No entanto, na secretaria faz-se o abate de documentos e na contabilidade não, o que quer dizer que o buraco vai ser ainda maior”.

Amadeu Martins considera que a auditoria “foi boa para a Associação, para que se detetem erros que vinham a acontecer já há vários anos”, mas lamenta que “tenha sido divulgada sem o seu conhecimento”.