SPZS/ FENPROF acompanha reabertura de jardins de infância

Esta segunda-feira, dia 1 de junho, milhares de educadores de infância e crianças da Educação Pré-Escolar regressam aos Jardins de Infância, uma decisão que o SPZS/ FENPROF considera imprudente por não estarem reunidas as necessárias condições de segurança sanitárias que permitam este regresso com confiança.

Nesse sentido, a FENPROF e os seus Sindicatos vão acompanhar o regresso às atividades educativas presenciais, em Escolas/ Jardins de Infância de todo o país, e distribuir o Manual de Procedimentos, Condições e Exigências que a FENPROF elaborou. Este Manual pretende ser um instrumento de apoio aos educadores sobre as condições do regresso e quais deverão ser as suas exigências, designadamente em nome da segurança sanitária que, em tempo de epidemia, não poderá ser aligeirada.

Paralelamente, a FENPROF disponibiliza uma plataforma online para que os educadores possam colocar dúvidas, pedir esclarecimentos e denunciar situações que considerem irregulares. Essas denúncias poderão dar origem a contactos com as escolas, o Ministério da Educação, a Direção-Geral da Saúde ou outras entidades responsáveis, no sentido de agilizar e promover a sua resolução com a maior brevidade possível.

Assim, os dirigentes do Sindicato dos Professores da Zona Sul (SPZS) vão estar junto a escolas/ jardins de infância para acompanhar o regresso dos educadores; entre outras:

Évora: 8.30 horas –EBI/ JI Manuel Ferreira Patrício e Jardim de Infância Penedo de Ouro – com a presença de Manuel Nobre – Presidente da Direção do SPZS

Portalegre: 9 horas -EB1/ JI do Atalaião (Agrupamento de Escolas José Régio) – com a presença da Coordenadora Distrital

Beja: 9 horas – Centro Escolar Santiago Maior (Agrupamento de Escolas n.º 1 de Beja) – com a presença da Coordenadora Distrital

Faro: EB1/ JI da Lejana, pelas 8.30 horas – com a presença de Ana Simões – Vice-Presidente da Direção do SPZS.