MAI prorroga protocolo com Município de Estremoz e associação cultural

O Ministério da Administração Interna (MAI) vai prorrogar o protocolo de colaboração com o Município de Estremoz e com a Associação “Letras Nómadas” para Mediação Intercultural no concelho.

A decisão foi tomada durante a reunião que teve lugar ontem, sexta-feira, dia 29, entre o Secretário de Estado Adjunto e da Administração Interna, Antero Luís, o presidente da Câmara de Estremoz, Francisco Ramos, e a vereadora para a área da Ação Social, Márcia Oliveira.

A reunião, que se realizou a pedido do presidente da autarquia, analisou a situação social e de segurança no concelho. Foram abordadas várias dimensões do sentimento de segurança da população de Estremoz, concluindo-se que o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido, desde 2018, entre o Ministério da Administração Interna e o Município apresenta resultados muito positivos, devendo a parceria entre ambas as partes continuar, no futuro, com a mesma proximidade e empenho.

O protocolo que agora vai ser prorrogado por mais seis meses foi assinado em outubro do ano passado e visa o acompanhamento social das comunidades nómadas residentes na região. Este acompanhamento é feito por uma mediadora cultural, para o estabelecimento de um diálogo assertivo e consensual entre as várias comunidades.

O protocolo é financiado pela área governativa da Administração Interna, com receitas dos jogos sociais, e tinha uma validade de 6 meses.