Jovem elvense assassinada em Lisboa

Uma jovem elvense, de 23 anos, terá sido assassinada por um colega de curso, que estudava na mesma faculdade, em Lisboa.

Em causa, está uma relação obsessiva e um crime motivado por ciúmes.

O alegado homicida, um jovem de 25 anos, estudante de mestrado em Psicologia, terá já confessado o crime, pelo que se encontra detido. O corpo da jovem terá sido enterrado nas margens do Rio Tejo, depois do suspeito o ter escondido. A Polícia Judiciária prossegue agora as buscas pelo cadáver.

A jovem de Elvas regressou à capital no passado dia 18, sendo que, dois dias depois, deixou de atender as chamadas telefónicas da família, o que casou estranheza e preocupação.

Os pais, já no dia 22, deslocaram-se à residência da filha, em Lisboa. Como não a encontraram, participaram o seu desaparecimento às autoridades.

A Rádio ELVAS sabe que também alguns colegas de faculdade terão estranhado o facto da jovem ter deixado de entrar nas conferências online, através das quais tinham aulas à distância.

A pedido da família, a Rádio ELVAS exclui desta notícia a imagem e o nome da jovem.