Mérida reabriu “mercadillo” com mais pessoas que esperado

Na Estremadura espanhola, Mérida foi a cidade onde reabriu o primeiro “mercadillo”. Nesta terça-feira, dia 19, num espaço que habitualmente ocupa 85 mil metros quadrados, tem a capacidade máxima de 207 postos de venda, eram esperados cem, mas só compareceram 40 vendedores, que ocuparam apenas 1666 metros quadrados do espaço disponível.

Num dia quente, às 8.30 horas locais (uma hora menos em Portugal), quando abriu o espaço, os compradores começaram logo a entrar. De início, não se esperava muita afluência, mas, ao longo da manhã, o número de compradores superou as expetativas.

Entre as bancas de vendedores, compareceram três de fruta e verduras, um de guloseimas, um de azeitonas e cerca de uma dezenas de vendedores de roupa e calçado. Este “mercadillo” de Mérida teve lugar dois meses e nove dias depois do anterior, que tivera lugar a 10 de março.