Juventude Popular debate Tauromaquia e Mundo Rural

A Distrital de Portalegre da Juventude Popular (JP) dedicou o passado fim de semana à Tauromaquia e ao Mundo Rural. Num espaço online semanal chamado “Conversas Informais”, criado como resposta ao isolamento imposto pela COVID-19, a Juventude Popular tem dado voz a várias personalidades, maioritariamente ligadas à região.

No passado sábado, Francisco de Carvalho recebeu Paulo Pessoa de Carvalho, Presidente da Associação Portuguesa de Empresários Tauromáquicos, para discutir o impacto da COVID-19 na Tauromaquia, as constantes discriminações de que esta actividade cultural é alvo e o futuro da mesma.

O presidente da Juventude Popular, Francisco Mota, foi o convidado de Domingo, dedicado ao mundo rural e, com António Alves e Almeida, abordou as dificuldades vividas por quem está afastado dos grandes centros urbanos, sugeriu formas de combater a discriminação geográfica e sublinhou a necessidade de continuar a acreditar num país com menos diferenças entre litoral e interior.

A Juventude Popular estará sempre ao lado das tradições portuguesas, caminhando de braço dado com o espectáculo tauromáquico e todos os seus intervenientes, afirmando-se defensora da identidade, cultura e das tradições seculares portuguesas.