Cátia Terrinca recorda mudança da UmColetivo para Elvas

Numa interpretação única, Cátia Terrica, da associação cultural UmColetivo, deu a conhecer ontem, aos seguidores e aos ouvintes da Rádio ELVAS a história “Os Gémeos e a Arca do Tempo”, de Joaquim Nuno, no decorrer do programa emitido a partir dos estúdios da Creative LED (ver aqui).

À conversa com António Ferreira Góis, Cátia recordou que a associação UmColetivo não nasceu em Elvas, mas que “ganhou muito com a mudança”.

“Nós nascemos com uma associação de teatro, com vontade de criar espetáculos, e com a mudança para Elvas temos tido também vontade de programar espetáculos e de convidar outras pessoas a apresentar o trabalho aqui”, adianta.

Cátia Terrinca garante que a experiência, em Elvas, tem sido “muito interessante”, pelo que espera que, em agosto, possam voltar a realizar o Festival A Salto, durante o qual levam o público a redescobrir sítios como a Cisterna ou as igrejas de Elvas, com “projetos artísticos transformadores da paisagem”.