Recolha e transporte de lixo em Elvas podem passar a privado

A reunião da Câmara Municipal de Elvas, marcada para decorrer por videoconferência amanhã, quarta-feira dia 13, às 10 horas, tem um ponto da ordem de trabalho dos eleitos que é “Concurso Público Internacional para Prestação de Serviços de Recolha e Transporte de Resíduos Urbanos no Município de Elvas”. A discussão deste ponto deixa entender que o município elvense admite, em breve, que a recolha e transporte do lixo deixem de ser feitos por colaboradores e viaturas da câmara, para passar a ser assegurado por uma empresa privada.

Na ordem de trabalhos da reunião da câmara municipal, também consta a candidatura, ao Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU), da “Reabilitação do Edifício Sede da Banda 14 de Janeiro”, na Rua Sá da Bandeira, no centro histórico da cidade.

Na ordem de trabalhos desta sessão do órgão executivo municipal, consta a atribuição de subsídios a sete associações do concelho: Gadice, Fábrica Paroquial de Santa Luzia, Associação Beneficência Amigos da Terrugem, Confraria do Senhor Jesus da Piedade, Centro Artístico Elvense, Centro Humanitário de Elvas da Cruz Vermelha Portuguesa e Arkus – Associação Juvenil.