Tarde épica de “O Elvas” em Mangualde foi há 34 anos

Quatro de maio de 1986, domingo, foi há 34 anos! Naquela tarde, disputou-se a última jornada da Zona Centro do campeonato nacional de futebol da II Divisão e “O Elvas” jogou em Mangualde, com o clube local.

Apesar de estar em segundo lugar na classificação, o emblema alentejano tinha a esperança de, em caso de vitória, poder chegar ao primeiro lugar e à subida, pois o líder Águeda corria o sério risco de perder dois pontos, pela utilização irregular de um jogador castigado, num jogo que tinha vencido.

Por isso, Elvas tinha a esperança que uma vitória em Mangualde abriria as portas da I Divisão. Na semana que antecedeu o encontro na Beira Alta, foi organizado o Comboio Azul-e-Ouro, que transportou centenas de elvenses a Mangualde.

Numa tarde de chuva, “O Elvas” marcou, logo aos 3 minutos, por Nelito. Mas, com 0-1 no marcador, duas grandes penalidades foram assinaladas contra os alentejanos e, em ambas, as defesas do guarda-redes Domingos seguraram a bola e a vantagem. No início da segunda parte, o Mangualde empatou. Para concretizar o sonho, o Clube Alentejano de Desportos necessitava de um golo, que chegou numa grande penalidade transformada pelo defesa central Zé António, a 20 minutos do fim. A partir daí, foi sofrer até ao último apito do árbitro Miranda Dias.

Para concretizar a subida de divisão, “O Elvas” teve de esperar que, nas semanas seguintes, duas reuniões de órgãos de disciplina da Federação Portuguesa de Futebol dessem razão às pretensões elvenses, em detrimento do Recreio de Águeda. A cidade explodiu de entusiasmo e alegria!

Nas duas épocas seguintes, “O Elvas” disputou a I Divisão: em 86/87, foi 16º e último, com 14 pontos em 30 jogos; após um alargamento do campeonato, em 87/88, foi 15º entre 20 equipas, com 33 pontos em 38 jogos.

Nesta temporada, “O Elvas” falhou a manutenção por muito pouco: com os mesmos 33 pontos dos alentejanos, ficaram a Académica (que desceu) e o Guimarães (que se manteve); com 34 pontos, classificaram-se 11º Braga, 12º Farense e 13º Portimonense.