Cancelamento de atuações preocupa Grupo de Cantares de São Vicente

À semelhança do que acontece com todos os artistas do país, que dependem, em muitos casos, das receitas de bilheteiras, também os grupos amadores, que se dedicam à Música Tradicional Portuguesa, por exemplo, necessitam de realizar espetáculos para que possam fazer frente às despesas.

O Grupo de Cantares de São Vicente e Ventosa, por exemplo, que se vê impedido de realizar este domingo o seu tradicional encontro de grupos e comemorar mais um aniversário, enfrenta ainda a dura perda de receitas com alguns espetáculos que estavam programados para breve.

“Nós tínhamos três concertos pela INATEL e um casamento, onde íamos buscar cerca de 50 por cento do que pagamos ao professor, ao longo do ano”, revela o presidente da associação do Grupo de Cantares de São Vicente e Ventosa, Luís Grilo.

Luís Grilo explica ainda que, assim que possível, o grupo voltará a reunir-se, tendo sempre em mente as medidas decretados pelas autoridades de saúde e o Governo.