Évora já tem Centro de Acolhimento para Sem-Abrigo

Os primeiros utentes do Centro de Acolhimento para Sem-Abrigo já foram instalados no Monte Alentejano, localizado no Rossio de São Brás, onde está montada temporariamente esta resposta concreta e especializada para os apoiar no âmbito do Plano de Contingência de Évora para a Covid-19.

Os representantes das entidades locais parceiras na Unidade de Rede dos Sem-Abrigo do Conselho Local de Ação Social de Évora, responsáveis por este apoio social, foram conhecer as instalações.

O espaço já tinha funcionado como acolhimento desta faixa populacional no âmbito do Plano de Contingência para Pessoas Sem-Abrigo, que agora volta a ser necessário. Estes utentes têm características especiais, muitos dos quais não aceitam acolhimento num determinado local; assim, este espaço está pronto para receber apenas os que aceitarem, uma vez que, desde março, todos os sem-abrigo do concelho de Évora estão a ser acompanhados semanalmente por uma equipa da Unidade de Rede, que lhes presta a informação e o apoio necessário nos locais onde pernoitam.

Recordando que a principal mensagem para a população é “Fiquem em Casa”, sendo que os sem-abrigo nem um teto têm, Sara Dimas Fernandes, vereadora que tutela o pelouro da Ação Social na autarquia eborense, explicou que esta estrutura “serve para minimizar os efeitos do vírus do ponto de vista social, uma vez que o centro é uma possibilidade para eles, não é uma obrigação”.