Associação pela Inclusão Social ajuda alunos em exclusão digital

Numa altura em que Portugal é obrigado a avançar com o ensino à distância, a Associação EPIS – Empresários pela Inclusão Social inicia uma campanha para angariar donativos para aquisição de computadores pessoais e de acessos à Internet, para ajudar os alunos mais desfavorecidos que se encontram em situação de exclusão digital.

Numa primeira fase, a EPIS irá centrar-se nos 2º e 3º ciclos e ensino secundário, a partir de uma base de 4379 jovens que estão em acompanhamento pela associação, de forma a promover a inclusão digital dos alunos mais vulneráveis, evitando que se atrasem ainda mais no pelotão da aprendizagem. Este é um dos maiores desafios das escolas, autarquias e comunidades educativas de todo o país, mas também de organizações como a EPIS.
Os alunos que não têm computador e acesso à Internet estão, neste momento, a ser identificados pelos seus mediadores e por informação recolhida através da plataforma informática da EPIS. Caracterizam-se pela carência económica e vulnerabilidade em termos de inclusão digital e por não conseguir obter apoio por outra via. Este trabalho é feito em coordenação com as iniciativas do Ministério da Educação.

A partir de 14 de abril, a EPIS vai manter a operacionalidade dos seus programas de promoção do sucesso escolar junto de 11.298 alunos, que se distribuem do primeiro ciclo ao secundário, este ano lectivo, no continente e nos Açores. O acompanhamento é feito por via remota com os alunos autorizados pelos seus encarregados de educação e através da utilização dos canais mais práticos em cada situação.

Já durante o período de suspensão das actividades lectivas presenciais, os 182 mediadores da associação usaram ferramentas como o whatsapp e o skype para acompanhar e ajudar nos estudos, um contributo essencial neste tempo de isolamento que tem sido difícil para todos, mas em particular para as crianças e jovens.

Esta campanha da EPIS iniciou-se junto dos seus associados e parceiros e é agora alargada a empresas e particulares que queiram contribuir. O objectivo é angariar pelo menos cerca de 150 mil euros, de forma a que cada aluno identificado possa beneficiar de um computador portátil pronto-a-usar e um pacote de dados para uso médio-intensivo em dois meses. Todos os interessados em contribuir para este esforço conjunto, de apoio a quem mais necessita neste terceiro período do ano lectivo, podem fazê-lo através de geral@epis.pt .