Enfermeiro Miguel Tavares: “estamos cá por todos”

Perante o número crescente de casos de COVID-19 no nosso país e tendo em conta o trabalho árduo dos profissionais de saúde nesta altura, a Rádio ELVAS contactou o enfermeiro Miguel Tavres, no sentido de perceber como têm sido vividos estes tempos.

Miguel Tavares é enfermeiro no Centro de Saúde de Campo Maior e considera que “esta é uma fase crítica e difícil, uma fase em que todos contamos, não só os médicos e enfermeiros, todos nós contamos com os nossos comportamentos, nós os médicos e enfermeiros estamos cá por todos os seres humanos”. o enfermeiro afirma ainda que “o Serviço Nacional de Saúde não vai colapsar e vai dar resposta a todos os casos, mas é necessário que todos os portugueses que se consciencializem que ficar em casa e implementar as medidas da DGS vai valer a pena no combate ao COVID-19.”

Quando questionado acerca de como têm sido estes tempos afirma que ” todos os dias há uma nova aprendizagem porque ninguém se especializou para este tipo de confronto ou combate a este vírus, que é bastante diferente de uma simples gripe, e é mais complexo. Nós não dominávamos completamente a sua forma de contágio e todos os dias tentamos dar corretamente uma resposta a todas as necessidades. No Alentejo não há tantos casos, as linhas de contagio são conhecidas, e o encerramento de fronteiras foi importantíssimo”.