Paulo Mendes “vamos conseguir ultrapassar a epidemia”

Paulo Mendes (Paulinho) treinador de futebol esteve três anos na China e regressou a Portugal depois de ter terminado o seu contrato de trabalho, no início de Dezembro.

Porque foi na China que começou esta epidemia que depois se transformou em Pandemia Global. Conhecedor da realidade chinesa, compara com a situação portuguesa.

Os ex:treinador de “O Elvas” disse-nos que “Os chineses organizaram-se e responderam à epidemia, são um pouco muito organizado e por exemplo construíram um Hospital em 10 dias”.  Paulinho recorda que devemos olhar para “os exemplos de Itália e Espanha de que esta Pandemia não escolhe países, etnias idades e temos que ter muito cuidado porque é muito sério. Há pessoas que ainda não estão a perceber bem o que é isto, é grave.

Paulo Mendes disse-nos que “Alguns colegas ainda ficaram na China, mas outros saíram de la. Estiveram sempre confiantes, pois as leis na China são para seguir e as multas são muito sérias. Na China agora tem medo de pessoas que entram no Pais”.

“A minha antiga equipa esteve fora para treinar durante esta fase da doença- adiantou Paulinho- “mas quando voltaram tiver que estar de quarentena. Toda a gente tem que fazer isso. Quando alguém chega à China tem mesmo que cumprir, não há mais ou menos, toda a gente tem que fazer o que lhes mandam. Quando alguém chega faz exames e é questionada sobre tudo. Quem chega vai para casa de quarentena e os familiares tem que sair, tudo supervisionado por um agente de segurança”.

Paulo Mendes está confiante que tudo vai correr bem e vamos em Portugal ultrapassar este problema. Mas é preciso cumprir as regras que as autoridades nos impõem