Cáceres, 29 mortos; Badajoz, 3 mortos; e Mérida, 3 mortos

A Estremadura espanhola, nesta quinta-feira dia 26, regista 58 mortes devido à Covid-19, com um total acumulado de 969 casos. Nas últimas 24 horas, o número de mortos subiu 19: de 39 para 58, um acréscimo de 49%.

Na área de saúde Badajoz, há 185 casos positivos, 26 deles hospitalizados e três em cuidados intensivos. Nesta área, foi registada a terceira morte, uma mulher de 83 anos, num lar de Badajoz.

Em Mérida, há 71 casos positivos, 21 estão hospitalizados e sete destes estão em cuidados intensivos. No último dia, faleceu uma mulher de 61 anos, num total de três mortos. Há 21 profissionais de saúde infetados.

Na área de saúde de Cáceres vive-se a situação mais dramática da Estremadura: 470 casos positivos, 103 hospitalizados e 14 em cuidados intensivos. Os mortos já somam 29, oito nas últimas 24 horas: cinco mulheres, entre os 67 e 93 anos, e três homens, entre os 85 e 89 anos. Há 64 profissionais de saúde infetados.

Em Plasência, há 80 casos positivos, 26 hospitalizados e seis em cuidados intensivos. A região tem 14 falecimentos, cinco no último dia: quatro homens, entre 79 e 88 anos, e uma mulher, de 80. Há 28 profissionais de saúde infetados.

A área de Don Benito e Villanueva tem 56 casos positivos, 29 hospitalizados, quatro em cuidados intensivos. Foram registados os dois primeiros mortos: dois homens, de 80 e 74 anos. Continuam 21 profissionais de saúde infetados.

Em Navalmoral de la Mata, somam-se 41 casos, 16 hospitalizados e seis falecidos, dois desde ontem: mulheres de 79 e 81 anos.

Em Cória, há 29 casos positivos, dez em hospital, um morto e 11 casos de profissionais de saúde infetados.

Por fim, na área de saúde de Llerena-Zafra, há 17 casos positivos, três hospitalizados, dois doentes recuperados e 11 profissionais de saúde infetados.