GNR reforça vigilância em pontos de fronteira encerrados

A fronteira do Caia, entre Elvas e Badajoz, foi estabelecida há uma semana e o trânsito transfronteiriço tem vindo a reduzir todos os dias, estando, por esta altura, a registar-se uma passagem de aproximadamente 800 veículos a cada 24 horas.

De acordo com o comandante da GNR de Elvas, João Lourenço, as ações de fiscalização na fronteira têm decorrido “dentro da normalidade”, a registar-se uma descida no trânsito de veículos ligeiros. “Para já, não temos nenhum caso identificado como suspeito”, adianta.

João Lourenço lembra ainda que o único ponto de passagem oficial, para portugueses que vêm de Espanha ou de espanhóis que trabalhem em Portugal, é o da fronteira do Caia, adiantando que têm existido algumas tentativas de passagem por pontos não oficiais, pelo que será feito um reforço da vigilância. Retiro/Badajoz, Elvas/Olivença e Albuquerque/Degolados são os principais pontos de passagem não autorizados, na região.

Por dia, passam a fronteira cerca de 400 veículos ligeiros e outros tantos pesados, estimando-se mais de mil pessoas a circular pelo Caia.