PSP recebe kit de proteção individual

A PSP estabeleceu, nos prazos legalmente definidos, o plano global de contingência, ao qual se encontram associados planos setoriais, por cada Comando, Unidade Especial, Estabelecimento de Ensino e Serviços Sociais.

Adicionalmente, ao longo da semana anterior, foi disponibilizada aos polícias informação específica determinando procedimentos e comportamentos minimizadores dos riscos de contágio: foram  já entregues 15 mil kits individuais de proteção, compostos por máscara e luvas cirúrgicas e instruções de utilização e profusamente disponibilizada solução desinfetante.

Durante a presente semana prevê-se a distribuição de 10 mil kits adicionais, bem como 5 mil óculos cirúrgicos.

Adicionalmente, e em estreita articulação com o Ministério da Administração Interna, encontra-se a ser organizada a aquisição de equipamentos adicionais para fazer face às eventuais necessidades, em função da evolução da situação epidemiológica.

Foram ontem difundidas pela estrutura policial um conjunto de instruções e normas que ultimam o processo de preparação da PSP para fazer face ao presente desafio de saúde pública. Entre outros, estabeleceu-se a suspensão do gozo de férias, assegurando que a PSP dispõe de todos os seus profissionais e capacidade operacional máxima; os polícias em situação de pré-aposentação encontram-se alertados para a possibilidade de serem chamados para a prestação de serviço efetivo, em caso de necessidade, nos termos do estatuto profissional do pessoal com funções policiais da Polícia de Segurança Pública e a prestação de trabalho foi reorganizada com o intuito de minimizar o risco de contágio cruzado e de cadeias de contágio.

Em articulação com o Ministério da Educação, está a ser disponibilizada informação sobre os estabelecimentos de ensino que se encontram abertos para acolher os filhos e dependentes dos profissionais da Polícia de Segurança Pública, garantindo uma rede de apoio suplementar às famílias, atendendo ao dever de permanente disponibilidade para o serviço.

Até à presente data, a PSP sinalizou para vigilância/quarentena cerca de seis dezenas dos seus profissionais, por todo o território nacional e sem especial concentração em nenhuma região em particular. Não há registo, até à presente data, de resultados positivos de contágio.b