Aqualia entrega prémios do Concurso de Desenho Digital (c/fotos)

Os prémios relativos ao 17º Concurso de Desenho Digital da Aqualia, da edição 2019, foram entregues esta quarta-feira, dia 4, aos alunos vencedores das Escolas do concelho de Elvas.

O desenho de Rafael Cambóias Grilo, da Escola Básiva do primeiro ciclo da Calçadinha, destacou-se, sendo o vencedor a nível nacional, e a quem foi oferecido um tablet. Dos nove alunos premiados a nível nacional, seis são de Elvas: Francisco Silva, da EB1 da Calçadinha; Leonor Balsinhas e Rosaly Van Hal, do Colégio Luso Britânico e Xavier Cipriano, Natacha e Eliana Caracol, da EB1 da Boa-Fé. A estes seis alunos, foi oferecido um smart watch.

Vitória Branco, vereadora da Câmara Municipal de Elvas, referiu que “cada vez mais é importante ter uma consciência que a água é um recurso escasso e, daqui a alguns anos, pode não haver a quantidade desejável, daí ser importante incutir nos mais novos essa noção.”

Quanto ao primeiro prémio a nível nacional ter sido entregue em Elvas, a vereadora afirma que “é ótimo e revela o empenho de todos, desde a comunidade escolar aos pais, e só assim é que estas chamadas de atenção podem ter resultados no futuro”.

João Carlos Lopes, da Aqualia, enaltece que “o concurso serve essencialmente para alertar e consciencializar os alunos para importância da preservação a água, que é um bem escasso, e a empresa centra-se nisto mesmo, no ciclo integral da água.”

Este concurso premiou nove nove alunos, para além dos seis em Elvas, dois prémios foram para os alunos do Fundão e em Campo Maior, este ano, não houve premiados. Elvas destacou-se pela participação “não só pela qualidade dos desenhos, mas também pela grande participação que obteve”.

O próximo concurso é apresentado para a próxima semana e está relacionado com os objetivos do desenvolvimento sustentável para 2030, definidos pela ONU (Organização das Nações Unidas).

No concurso, participam apenas alunos do primeiro ciclo, dos 3º e 4º anos de escolaridade, num total de mil crianças: cerca de 400 em Elvas, 200 em Campo Maior e 400 no Fundão.