Jovens e seniores unidos no Enterro de Comadres e Compadres (c/fotos e vídeos)

A tradição do Enterro das Comadres e Compadres foi revivida na manhã desta quinta-feira, 20 de fevereiro, dando a saída para o Carnaval Internacional de Elvas em 2020.

Jovens da Escola Secundária D. Sancho II uniram-se aos alunos da Universidade Sénior de Elvas, numa iniciativa promovida pela Associação Juvenil Arkus, num total de 300 participantes. A debitar quadras, comadres e compadres percorreram algumas das artérias principais da cidade, desde a Escola Secundária até à Praça da República, espalhando a alegria e a animação do Carnaval, por aqueles que quiseram assistir ao desfile.

“É um grupo muito bom, com mais gente que no ano passado, e assim vamos mantendo a tradição de levar a animação e a folia às ruas de Elvas”, comenta o professor Carlos Beirão, o principal impulsionador desta iniciativa, que lembra ainda que as quadras procuram “satirizar a sociedade, os compadres e as comadres”.

Manter a tradição e reviver aquilo que era, antigamente, a forma como se iniciava o Carnaval, é, para a vereadora na Câmara de Elvas Vitória Branco, a melhor maneira de dar o pontapé de saída para mais uma grande festa na cidade, que, durante os próximos dias, promete atrair muitos visitantes.

Apesar de muitos jovens se terem associado a este Enterro de Comadres e Compadres, a verdade é que a grande maioria não o fez trajada a rigor. Contudo, António Granado, aluno da Universidade Sénior de Elvas, assegura que os jovens, aos poucos, vão aderindo a esta iniciativa. Já Maria de Fátima Piedade, também aluna da Universidade Sénior, garante que esta é uma tradição com muitos anos, pelo que a pretendem passar aos mais novos, para que não a deixem morrer.

O Carnaval em Elvas prossegue amanhã, durante a manhã, com o desfile das crianças das escolas.