Portugal 2020 investe 700 milhões em escolas

Obra do novo Ciclo de Santa Luzia (Elvas)

No decorrer do quadro comunitário que termina este ano, o Portugal 2020, o Governo contou com um investimento de cerca de 700 milhões de euros para obras em escolas do país.

A secretária de estado da educação, Susana Amador, referiu à Rádio Campo Maior que “as diferentes obras”, onde se insere a do novo Ciclo de Santa Luzia, “tiveram três fontes de receita, quer do Orçamento do Estado, quer de fundos comunitários quer da própria Parque Escolar”.

Susana Amador recorda que “no quadro de referência QREN estavam disponíveis mais de dois mil milhões de euros para as escolas e no Portugal 2020 houve uma redução orçamental para 350 milhões de euros o que obrigou a um trabalho de colaboração com as autarquias”.

O Portugal 2020, quadro comunitário em vigor desde 2014, termina este ano.

O Quadro Comunitário 2021-2027 vai incidir, entre outros aspetos, numa Europa mais inteligente, que invista nas energias renováveis, mais conectada, com redes de transportes e digitais estratégicas, que apoie mais o emprego de qualidade, a educação e a igualdade de acesso aos cuidados de saúde e ainda mais próxima dos cidadãos.