Alunos de Elvas e Vila Boim já têm horários completos

Os alunos do 5º e do 6º anos vão passar a ficar nas escolas das 9 às 17 horas já no próximo ano letivo, graças ao alargamento do princípio da Escola a Tempo Inteiro (ETI) ao 2º ciclo.

Esta é uma medida do Governo, implementada em cerca de dez agrupamentos, de forma experimental, e que se pretende alargar a todas as escolas em 2022.

A diretora do Agrupamento de Escolas nº 1 de Elvas, Paula Rondão (na foto à esquerda), referiu que “sendo este um agrupamento TEIP, já tem atividades que ocupam o horário dos alunos até às 17.30 horas; por isso, não há necessidade de aderir a este programa do Governo”.

Paula Rondão explicou à Rádio ELVAS que uma escola TEIP é uma escola que está instalada em Territórios de Educação de Intervenção Prioritária e que, “no caso de Elvas, é um estabelecimento de ensino que conta com alunos altamente carenciados”.

O Governo pretende alargar esta medida a todos os estabelecimento de ensino, em 2022. Paula Rondão não vê “viabilidade para esta medida uma vez que para que ela entrasse em vigor, teríamos que acabar com os projetos que já são desenvolvidos”.

Também Fátima Pinto (na foto à direita), diretora do Agrupamento de Escolas nº 3 de Elvas, que engloba a Escola Básica Integrada 1,2,3 de Vila Boim, considerou que “esta medida não se adequa ao estabelecimento, uma vez que os alunos já têm atividades que os ocupa o dia todo”.

Esta medida já foi implementada pelo Governo com os alunos do 1º ciclo (do 1º ao 4º ano). Os alunos do 5º e 6º anos vão contar com atividades extra-curriculares, que podem ir desde a Educação para a Cidadania à promoção de conhecimento científico.