Câmara de Campo Maior recupera casas do centro histórico

São vários os projetos que a Câmara Municipal de Campo Maior tem em marcha, ao nível da área social. Exemplo disso são as intervenções que o município pretende fazer na recuperação de algumas casas do centro histórico da vila.

Com isto, explica o presidente da câmara, João Muacho, procura-se impedir o avanço da desertificação daquela zona de Campo Maior. Para além disso, adianta, “falar de ação social muitas vezes também é falar daqueles que vivem no centro histórico e não têm as melhores condições de vida”.

“Temos dois ou três projetos que vamos pôr em curso”, revela Muacho, assegurando que, em 2020, quatro ou cinco casas vão ser recuperadas: “umas que têm sido doadas à câmara; outras, a câmara tem exercido o direito de preferência na aquisição de casas no centro histórico; e outras até podem ser recuperadas através de um contrato de comodato com os particulares”.

O autarca adianta ainda que o município irá recuperar a Casa do Bilhar, um projeto de habitação social, pertencente à Santa Casa da Misericórdia, num investimento de 540 mil euros, com financiamento do PEDU (Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano).

Ainda na área social, o município procura, através da atribuição de trinta bolsas, auxiliar os estudantes do concelho que frequentam o Ensino Superior. João Muacho recorda que, há dez anos, o município atribuía apenas dez bolsas.