Brigada 14 de Janeiro na Rádio ELVAS

A Brigada 14 de Janeiro nasceu em Elvas, no ano de 2001, com um grupo de amigos que tem em comum o gosto pela música.

A música de intervenção, através de nomes como Fausto, Zeca Afonso, Sérgio Godinho, José Mário Branco, Júlio Pereira ou Pedro Barroso, é a principal fonte de inspiração da brigada.

Nuno Pires, Rui Pires e Paulo Franco, três dos atuais seis elementos do grupo, foram hoje convidados do Magazine de Informação e Música, na Rádio ELVAS, tendo-nos revelado que, tendo em conta que a sua música é muito associada ao mês de abril, mês em que se assinala a Revolução dos Cravos e a Liberdade do país, começam agora a preparar temas que saiam um pouco da zona da música de intervenção.

Contudo, “Venham Mais Cinco”, “Mudam-se os Tempos, Mudam-se as Vontades”, “Limoeiro” ou “Quatro Quadras Soltas” continuam a ser músicas que irão fazer sempre parte de um concerto da Brigada. Apesar de terem temas originais, a possibilidade de gravação de um disco continua, mesmo após 18 anos de carreira, a ser uma incógnita, tendo em conta os custos associados.

Apesar de serem seis em palco, os vários elementos do grupo apresentam sempre instrumentos tão distintos quanto o acordeão, o saxofone ou a flauta transversal, passando pelas percussões e sem esquecer o amplo conjunto de vozes.

Entre os palcos que já pisaram, nestes 18 anos de carreira, destaque para passagens por eventos emblemáticos como o Festival Sete Sóis Sete Luas (Pontedera, Itália), a Festa do Avante (Seixal), o Festival Maia Folk (Açores) ou Magosto Festillibre (El Bierzo, Espanha).

Além de Nuno Pires, Rui Pires e Paulo Franco, fazem ainda parte do grupo Luís Trindade, Luís Santos e Pedro Sena.