Miguel Rasquinho aposta na proximidade com jovens e associações no IPDJ

Miguel Rasquinho (na foto) é o diretor regional para o Alentejo do IPDJ (Instituto Português para o Desporto e Juventude) desde setembro de 2016 e esteve esta tarde de segunda-feira, dia 27, no Magazine de Informação e Música, na Rádio ELVAS para nos falar da sua experiência enquanto diretor deste Instituto na região, mas também dos diversos programas que apoiam jovens e associações desportivas e juvenis, a vários níveis.

Miguel Rasquinho afirma que este tem sido “um grande desafio”, uma vez que quando iniciou funções “havia pouca gente, poucas associações e tem sido estimulante trazer os jovens e desportistas e também revitalizar as instalações do IPDJ, em Portalegre, Évora e Beja, bem como “dar vida a estas casas”.

O diretor regional do IPDJ para o Alentejo afirma que “tem conseguido responder aos desafios, e há mais proximidade, bem como mais apoios, mais dinheiro, mais associativismo, e tem conseguido divulgar e promover apoios promovidos pelo Instituto.

A nível desportivo o IPDJ tem neste momento decorrer as candidaturas para a 4ª edição do PRID (Programa de Reabilitação de Instalações Desportivas) que “tem tido um sucesso fantástico”, cada vez com com mais candidaturas e aumento a verba”, segundo Miguel Rasquinho. Este é um programa que prevê a modernização e a reabilitação de parques desportivo dos clubes e das associações de base local, e conta também com uma forte aposta nas energias renováveis, com a instalação de painéis solares e substituição de lâmpadas LED.

Só em 2019. este programa ultrapassou as 100 candidaturas, cerca de 30 apoiados, num total de 220 mil euros para a região Alentejo.

Outro dos programas desportivos é o Desporto para Todos e Miguel Rasquinho afirma qie “este é um dos mais importantes, porque pretende a massificação da prática desportiva por todo o país”.

A nível de juventude existe o programa voluntariado jovem para natureza e florestas, o programa de apoio ao associativismo juvenil, e também o programa de apoio à saúde dos jovens.

O Diretor regional do IPDJ para o Alentejo avança que a Pousada da Juventude de Portalegre, que  foi encerrada há oito anos, sendo esta uma preocupação uma vez que poderia estar a servir os jovens, e em conjunto com o IPP, e a secretaria de Estado da Juventude conseguiram que este edifício fosse integrado no Programa Nacional para Alojamento de Estudantes do Ensino Superior e na tentativa que “sirva os estudantes, e ao mesmo tempo tenha a vertente de pousada da juventude, o que totaliza 40 camas”.

Miguel Rasquinho termina dizendo que “na região teremos que ter a mesma perspetiva crescimento de número de associações juvenis, de clubes de desportivos, de aumento dos apoios, para ter mais jovens ativos e participação de associações, e isto é o que “temos conseguido ao longo destes três anos e meio.”