Cruz Vermelha vai ter um milhão para a UCC em Elvas

O Centro Humanitário de Elvas da Cruz Vermelha Portuguesa recebeu, recentemente, a notícia que a candidatura para a ampliação e remodelação da Unidade de Cuidados Continuados (UCC) tinha sido aprovada.

Nuno Mocinha, presidente da Câmara Municipal de Elvas, afirmou que “esta foi uma boa notícia para Elvas, uma vez que vai dar condições à Cruz Vermelha para que possa fazer o alargamento do edifício, para que se criem condições para mais 15 camas nesta UCC”. O presidente acrescentou que “esta é uma instituição que se tem vindo a afirmar aos poucos”, e “este era um projeto muito ambicionado por todos”.

Para Isabel Mascarenhas, diretora da instituição, esta foi uma boa notícia para todos e explica que este projeto resulta da candidatura apresentada em junho de 2019 ao programa Alentejo 2020 e “era necessário” porque, em 2018, quando obtiveram “as 15 camas não tinham um espaço físico só para esta valência, foi cedido um espaço mas com a garantia de que no futuro as instalações fossem ampliadas, para que correspondessem aos regulamentos efetivos”.

Isabel Mascarenhas assegurou que “esta era uma necessidade que permite alavancar a atividade deste Centro Humanitário, que é fundamental e que desta forma aumenta também os serviços prestados à população da região e do concelho, e é este o objetivo da Cruz Vermelha.”

A ampliação e remodelação desta unidade de Cuidados Continuados tem um prazo de execução entre nove meses a um ano e resulta num investimento de um milhão de euros, cofinanciado pelo FEDER a 85%.