Portalegre: CDU acusa Adelaide Teixeira de “má governação”

Os eleitos da CDU nos órgãos autárquicos de Portalegre, num comunicado de imprensa que fizeram chegar à redação da Rádio ELVAS, acusam a presidente da câmara da capital de distrito, Adelaide Teixeira, de “má governação”.

“Portalegre está parado. É certo que algumas provas desportivas e algumas festas têm sido feitas, mas Portalegre continua parado no seu desenvolvimento e na qualidade de vida dos portalegrenses. E está parado por incompetência política da Presidente da Câmara e da sua maioria. Adelaide Teixeira não é sequer capaz de fazer um Orçamento e Grandes Opções do Plano para o Município”, pode ler-se no comunicado.

Adelaide Teixeira é acusada ainda de governar “em círculo fechado, de interesses e favores, em detrimento da generalidade dos portalegrenses, e tem descurado as suas obrigações fundamentais de serviço público”.

O partido dá conta, no comunicado de imprensa, de vários projetos e medidas que, em reunião de Câmara são chumbados pela CLIP, e que impedem benefícios para os portalegrenses. É exemplo disso a redução do preço da água, RSU e saneamento, a baixa do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) e a manutenção da Farmácia Portalegrense no centro histórico da cidade.