Linha Elvas-Caia acabada após 20,4 milhões investidos

A Infraestruturas de Portugal (IP) anunciou que está em conclusão a obra de modernização do troço da Linha do Leste entre Elvas e o Caia, na fronteira com Espanha, num investimento de 20,4 milhões de euros. Em comunicado, a IP adianta que já foram iniciadas as vistorias aos trabalhos no troço ferroviário, com 11 quilómetros de extensão, do futuro Corredor Internacional Sul, para assegurar linhas de caminho-de-ferro eletrificadas de Elvas aos portos atlânticos de Sines, Setúbal e Lisboa.

A obra englobou trabalhos de ampliação e alterações da estação de Elvas, para permitir a manobra de comboios de mercadorias com 750 metros de comprimento, e a adaptação do edifício da estação para instalar novas salas técnicas. Segundo a IP, na linha, foram efetuados trabalhos de renovação integral dos carris, travessas e balastro, tratamento da plataforma ferroviária, melhoria da drenagem, estabilização de taludes e construção de estruturas de suporte e contenção. Ainda foram instaladas infraestruturas para a futura sinalização e eletrificação da linha Elvas-Caia.

Esta obra melhorou a segurança rodoviária e ferroviária: foram construídos quatro viadutos rodoviários para supressão das quatro passagens de nível e substituídos tabuleiros e reforçados pilares em duas pontes ferroviárias centenárias.

De acordo com a IP, o troço entre Elvas e o Caia complementa o novo canal ferroviário em construção entre Évora e o Caia. O Corredor Internacional Sul pretende reduzir o tempo de trajeto, pela utilização de comboios de tração elétrica entre Sines e Caia, e tornar o transporte ferroviário de mercadorias mais atrativo, por permitir a circulação de comboios com 750 metros de comprimento.