3005 acidentes e 7 mortos nas Festas Seguras da PSP

A operação “Polícia Sempre Presente: Festas Seguras 2019-2020”, teve início a 16 de dezembro e terminou a dia 5 de janeiro, com o objetivo de incrementar o sentimento de segurança dos cidadãos assegurando elevadas capacidades de prontidão, prevenção e operacionalidade, que envolveram 13.855 polícias.

Entre outras, foram reforçadas as ações de fiscalização no âmbito da segurança rodoviária, segurança na posse e emprego de artigos pirotécnicos e exercício das atividades de segurança privada.

A nível nacional, no âmbito da segurança rodoviária, a Polícia de Segurança Pública (PSP) efetuou 835 detenções, sendo que 258 por condução com taxa de alcoolémia igual ou superior a 1,2 gr/l, e 134 por condução sem habilitação legal.

Quanto a sinistralidade rodoviária, registaram-se 3005 acidentes, de que resultaram sete mortos e 881 feridos, dos quais 27 em estado grave.

Por dia registou-se uma média de 143 acidentes e 42 feridos e um cidadão morto em acidente rodoviário, a cada 3 dias.

Tendo finalizado o ano de 2019 com menos acidentes e menos feridos, mas com mais mortalidade registada, nos primeiros 5 dias do ano de 2020, registaram-se 612 acidentes, de que resultou um morto e 216 feridos, dos quais 5 em estado grave.

Comparando com a janela temporal homóloga do ano anterior existe uma evolução positiva com menos 151 acidentes, menos 7 feridos (dos quais menos quatro em estado grave), mantendo-se o registo de mortalidade (também 1 pessoa nos primeiros 5 dias do ano anterior).

Quanto às principais causas de acidentes, não obstante as condições atmosféricas favoráveis à condução, continuamos a registar a prevalência do excesso de velocidade e a distração, potenciada pelo uso de telemóvel durante a condução.