Radiomodelismo no Sporting Clube Campomaiorense

O Radiomodelismo é uma das modalidades do Sporting Clube Campomaiorense, e para nos falar sobre esta modalidade estivemos em entrevista com Pedro Tomé e Daniel Almeida, responsáveis pelo Radiomodelismo neste clube.

Pedro Tomé afirma que é sócio do Clube Campomaiorense “desde que jogava nos juvenis de futebol”, no entanto “desde criança que tem um gosto especial por carros.”

Neste sentido, “há três anos que começou a desenvolver a modalidade de Radiomodelismo com um projeto mais sólido”, uma vez que o Sporting Clube Campomaiorense tem a única pista com condições TT, num circuito de 306 metros de comprimento e 4 metros de largura. Para Pedro Tomé esta pista tem “condições de topo”. Neste momento a pista encontra-se em manutenção, mas estima-se que esteja pronta para os treinos já na próxima semana.

Radiomodelismo é “a condução de um veículo a uma escala reduzida, na vertente TT, sendo que a competição requer um sistema informático que todos os carros têm para contabilizar as voltas que o carro faz, e a vitória calcula-se tendo em conta o número de voltas dadas e o tempo em que foram feitas”, explica Pedro Tomé. O responsável afirma que lamenta que “em Portugal a modalidade não seja muito divulgada nem praticada”, e afirma que existe um campeão nacional, natural de Lisboa.

Já Daniel Almeida é natural de Resende, mas atualmente reside em Campo Maior. Daniel afirma que já praticava esta modalidade no norte do país, e que “a manutenção é o que mais o cativa”.