Projeto da Santa Casa de Campo Maior vence Prémio BPI La Caixa Rural

A Santa Casa da Misericórdia de Campo Maior venceu o Prémio BPI La Caixa Rural, que tem como objetivo dar contributo financeiro às instituições que trabalham na área social e que desenvolvem projetos em territórios de baixa densidade e com características de ruralidade.

SOS Memória foi o projeto que a Santa Casa campomaiorense apresentou, e que é desenvolvido pelo Gabinete Alzheimer Maior. Um projeto focado na informação e sensibilização sobre a problemática das pessoas com demência”, como explica Rosália Guerra do gabinete Alzheimer Maior de Campo Maior.

O prémio prevê um montante de 40 mil euros que se destina a três grandes ações a serem desenvolvidas junto da população dos territórios rurais. As três intervenções têm por objetivo: “criar um gabinete móvel para sensibilizar sobre a área das demências”, a segunda ação está relacionada com “uma escola de cuidadores, que o Gabinete Alzheimer Maior já faz em Campo Maior e que agora extende para os outros territórios”, e por último, a terceira ação são as “escolas de estimulação na extensão do que o Gabinete já faz, para privilegiar a intervenção de pessoas de territórios rurais onde, nunca houve uma intervenção a este nível.”

Rosália Guerra afirma que “é com grande satisfação que a Santa Casa recebe este prémio”, que permite estender as ações que a Santa Casa já tem vindo a desenvolver com o objetivo de contribuir e dar uma atenção diferente às problemáticas das demências no contexto rural”.

O projeto vai envolver os territórios de Campo Maior, bem, como Degolados e Ouguela, e também Arronches e as suas freguesias, num total de 800 beneficiários diretos e indiretos.

A Santa Casa da Misericórdia de Campo Maior vai receber o prémio no Centro Cultural de Belém, no dia 5 de dezembro. No total foram premiadas 22 instituições num total de 120 candidaturas.