Kudissama reabre ao público e homenageia Luís Simões

O restaurante e pastelaria Kudissama, no centro histórico de Elvas, reabriu ao público, na tarde de ontem, sexta-feira, 26 de outubro, depois de levadas a cabo obras de ampliação do espaço.

Com a compra do antigo espaço de comércio de atoalhados, onde trabalhou Luís da Costa Simões, a Kudissama tem agora maior capacidade para receber os seus clientes.

O proprietário, Eurico Almeida, lembra que a Kudissama está em Elvas há já 40 anos. Adianta que, com esta reabertura, procurou-se prestar uma “simbólica homenagem” a Luís da Costa Simões, pai de António Massano Simões.

“Merecia de facto uma obra, para dar continuidade, de maneira que pensamos que possa servir melhor os interesses da cidade”, refere Eurico Almeida.

Já António Massano Simões considera justa a homenagem feita ao seu pai. “Estou aqui com muito gosto nesta inauguração e estou convencido que, com esta ampliação do espaço, vá aumentar o negócio”, assegura.

A Kudissama, situada na Rua João de Olivença e agora com entrada também pelo Arco do Relógio, em Elvas, tem como especialidades o bacalhau, o polvo à galega e a francesinha.