Projeto ACECA de visita ao açude do Monte da Vinha (Elvas)

A Agência Portuguesa do Ambiente, através do seu Departamento Administração da Região Hidrográfica do Alentejo (APA/ARH do Alentejo) no âmbito do Projeto ACECA – Atuações para o Controlo e Eliminação do Jacinto-de-Água/Camalote no troço transfronteiriço do rio Guadiana, financiado pelo Programa de Cooperação INTERREG Espanha-Portugal (POCTEP), enquanto parceira de projeto, é responsável pela eliminação do rombo existente na margem esquerda do rio Guadiana, onde se situa o açude do Monte da Vinha, em Elvas.

Este projeto, desenvolvido em parceria com a Confederacion Hidrográfica del Guadiana, a Junta de Extremadura, através da Dirección General de Medio Ambiente e a Empresa de Desenvolvimento e Infra-estruturas do Alqueva, S.A. (EDIA), visa desenvolver um plano para combater a espécie invasora Jacinto-de-Água/Camalote (Eichhornia crassipes), por meio de ações de coordenação conjunta entre as administrações dos dois países e com um protocolo que unifique os critérios de ação, num troço transfronteiriço do rio Guadiana, sendo a extensão de rio, alvo de projeto a que se desenvolve a jusante de Mérida, entre a albufeira de Montijo em Espanha e a albufeira de Alqueva em Portugal.

No âmbito deste projeto irá realizar-se esta segunda-feira, 21 de outubro, uma visita técnica de representantes nacionais da Unidade Regional do INTERREG-POCTEP, ao local das ações levadas a efeito pela Agência Portuguesa do Ambiente, I.P. para verificar os trabalhos em curso.

De referir que o projeto ACECA tem um custo de 181.942 mil euros sendo financiado em 136.457 mil euros pelo INTERREG-POCTEP.