Ano letivo na Universidade Sénior de Elvas arranca com cerca de 600 alunos

O ano letivo na Universidade Sénior de Elvas arrancou esta manhã de segunda-feira, dia 21, para os cerca de 600 alunos que fazem parte desta instituição, sendo que as disciplinas são exatamente as mesmas que no ano anterior.

Na sessão de abertura houve espaço para sugestões, onde uma das alunas da Universidade sugeriu uma visita ao Parlamento Europeu, algo que irá merecer a atenção da autarquia, no sentido de perceber a viabilidade da mesma.

Nuno Mocinha afirma que “a autarquia em conjunto com as juntas de freguesia tem vindo, ao longo do tempo, a consolidar este projeto”, com o objetivo de que “os alunos se sintam bem, e que convivam, trocam experiências entre si, de forma a promover um envelhecimento ativo”. O presidente acrescenta que ficou “satisfeito com esta sessão e ao ver os alunos animados por iniciarem mais um ano letivo”

Nuno Mocinha afirma que uma das intenções da autarquia é “ter um pequeno autocarro, num circuito virado para o turismo, mas que também pudesse colmatar algumas necessidades na mobilidade urbana”, no entanto neste momento, “não existem fundos comunitários para auxiliar nesta vertente”.

Outras das sugestões da autarquia é a “organização de uma viagem de finalistas”, como explicou o presidente da Câmara de Elvas.

Uma das aulas que fazem parte da Universidade Sénior é a hidroginástica que decorre nas piscinas municipais cobertas. O professor Raul Borrega considera que “estas aulas vão de encontro à motivação dos alunos, na tentativa de promover o bem-estar dos seus alunos”.

A sessão de abertura do Ano letivo da Universidade Sénior de Elvas decorreu no Auditório São Mateus.