Câmara de Elvas instala pinos nos passeios da Rua da Cadeia

A Câmara de Elvas instalou, na semana passada, na Rua da Cadeia, em pleno centro histórico e junto a vários estabelecimentos comerciais, uma série de pinos que impedem a paragem de viaturas em cima dos passeios.

Fomos à rua para saber o que as pessoas pensam sobre o assunto. “Foi bem pensado, porque há locais próprios para cargas e descargas”, diz o proprietário de um dos cafés localizado na rua em questão. “Fica muito melhor agora, que isto antes era um parque de automóveis pesados por esta rua abaixo”, acrescenta.

“Eu acho bem, porque em todas as cidades põem isto, mas a Câmara tem de arranjar um sítio para que os fornecedores possam descarregar a mercadoria e a polícia que não ande atrás das pessoas, para as multar”, diz outro dos elvenses com quem estivemos à conversa.

Em termos de segurança, há também considere esta uma mais-valia. “Eu já pouco saio de casa, mas assim sinto-me mais segura”, alega uma senhora, lembrando que, desta forma, não precisa de sair do passeio para caminhar na Rua da Cadeia. Antes, teria, muitas vezes, que se desviar das viaturas estacionadas em cima do passeio, descendo deste para a estrada.

“É uma proteção para quem vai entrar nas lojas, porque os carros já não podem estacionar em cima dos passeios”, defende outra das senhoras que falou à nossa reportagem.

Contudo, há quem não concorde com a implementação destes pinos. “Isto fica horrível na Rua da Cadeia, parece uma cerca”, assegura uma das elvenses com quem falámos. “Isto estraga o comércio”, garante. “Como é que os carros fazem as descargas”, questiona-se ainda.