Legislativas: CDU quer melhor serviço na Linha do Leste

O retorno do comboio de passageiros à Linha do Leste perfaz esta quarta-feira, 28 de agosto, dois anos. Como tal, Manuela Cunha, candidatura da CDU às eleições legislativas, pelo círculo de Portalegre, decidiu assinalar a data com uma viagem de comboio do Crato a Elvas.

Na chegada à estação ferroviária de Elvas, foram apresentadas, por Manuela Cunha, cabeça de lista da candidatura, as propostas do partido para o melhoramento do serviço aos passageiros.

Manuela Cunha assegura que “o comboio tem passageiros que o querem” e “a porta reaberta a Espanha, em termos ferroviários, tem toda a razão de ser”. Contudo, garante ser necessário continuar a lutar por esta linha ferroviária, uma vez que o serviço atual “não chega para as necessidades das populações”.

Manuela Cunha defende a existência de, pelo menos, duas viagens de manhã (ida e volta) e outras duas ao final da tarde, o que permitiria, por exemplo, um estudante do Politécnico de Portalegre, natural de Elvas, ir e voltar, no mesmo dia, a casa. Mais ainda, Manuela Cunha defende a existência de um intercidades que ligue Lisboa a Elvas e ao distrito, e que eventos como o São Mateus ou o Festival do Crato merecem serviços reforçados.

De recordar que a 28 de agosto de 2017, após uma vitória da luta de “Os Verdes”, na Assembleia da República, dando execução a um compromisso da candidatura da CDU, pelo círculo de Portalegre, na qual Manuela Cunha tinha sido cabeça de lista, os comboios de passageiros regressaram à Linha do Leste, na totalidade do percurso, entre Entroncamento e Elvas, com a ligação a Badajoz.