“Studiolo XXI” patente ao público na Fundação Eugénio de Almeida

A exposição “Studiolo XXI – Desenhos e Afinidades” encontra-se patente ao público no Centro de Arte e Cultura da Fundação Eugénio de Almeida, até 29 de setembro.

A mostra propõe “uma aproximação ao Desenho e aos caminhos que ele percorre hoje, nas suas afinidades com outras formas de expressão artística que incluem a escultura, o vídeo, a instalação e a performance”. Conta com obras de 180 artistas nacionais e estrangeiros, alguns dos mais importantes da cena contemporânea, como Júlio Pomar, Ana Hatherly, Álvaro Lapa e António Palolo.

Para esta exposição, em específico, foram produzidas obras por Albuquerque Mendes, Cristina Ataíde, Sofia Pidell e Sebastião Resende.

A exposição, que tem a curadoria de Maria de Fátima Lambert, pode ser visita de terça-feira a domingo, entre as 10 e as 18 horas. ​