Cruz Vermelha de Elvas tem mais camas com comparticipação

O Centro Humanitário de Elvas da Cruz Vermelha Portuguesa abriu portas em abril de 2011 e dispõe das valências de residência sénior e cuidados continuados, sendo que, desde 2018, dispõe de mais 15 camas para a unidade de convalescença.

“Este centro dispõe, desde 2018, com 80 por cento das suas camas com acordos na Segurança Social, o que permite que a mensalidade paga pelos clientes seja comparticipada pela entidade estatal”, segundo a diretora Isabel Mascarenhas (na foto).

Isabel Mascarenhas gostaria que a instituição tivesse “as camas todas com acordos na Segurança Social para que os idosos pudessem terminar a sua vida de forma digna e com todas as condições”.

Isabel Mascarenhas é diretora do Centro humanitário de Elvas da Cruz Vermelha Portuguesa desde dezembro de 2014 e esteve na edição de hoje do Magazine de Informação e Música na Rádio ELVAS.