Aqueduto da Amoreira nos 139 anos da Biblioteca de Elvas

A conferência “A obra do Aqueduto da Amoreira e o mestre Francisco de Arruda – o que nos dizem os documentos” decorreu ontem à tarde, na Biblioteca Municipal de Elvas.

Francisco Bilou (na foto), orador da conferência, garantiu-nos que “o Aqueduto da Amoreira é objeto de estudo há algum tempo” e decidiu “agora trazer este trabalho aqui a Elvas”. O responsável avança que “já na altura existiam constrangimentos económicos que condicionaram a construção do Aqueduto”.

A conferência está inserida nas comemorações do aniversário de abertura da Biblioteca, em 1880, e no âmbito no IV Ciclo de Conferências Leituras a Sul. A iniciativa conta com o apoio da Câmara Municipal de Elvas.