Verdadeiro arsenal em armamento apreendido no concelho de Marvão

No âmbito de uma investigação conduzida pela Esquadra de Investigação Criminal, na qual se investigam a prática de crimes contra as pessoas, nomeadamente ofensas à integridade física e ameaças, o Comando Distrital da PSP de Portalegre deu ontem, terça-feira, dia 21, cumprimento a dois mandados de busca domiciliária para outros tantos domicílios situados no concelho de Marvão.

Nestas diligências de obtenção de prova, a Polícia procedeu à apreensão de um verdadeiro arsenal em armamento, designadamente: 9 espingardas, sendo uma de Classe A, três de Classe C, quatro de Classe D e uma de Classe G; quatro pistolas, sendo três de Classe A e uma de Classe G; 398 munições de diversos calibres; um silenciador para arma de fogo; 24 armas brancas, sendo duas delas de Classe A; e outros objetos e artefactos relacionados com a atividade cinegética.

Para além da posse de armas de Classe A não ser autorizado a civis, o principal suspeito da investigação e visado nesta diligência, não é titular de qualquer licença que o habilite a deter ou portar qualquer uma das restantes arma de fogo.

O indivíduo, depois de constituído arguido e prestar TIR, foi restituído à liberdade, sendo notificado para comparecer no dia de hoje perante a Autoridade Judiciária, e a investigação segue os seus termos.

A operação, por ter lugar na área de jurisdição da Guarda Nacional Republicana, contou com o apoio daquela Força de Segurança e ainda de uma Equipa da Unidade Especial de Policia especializada em busca e deteção de objetos no subsolo.