A criatividade na terceira idade é o tema do Envelhecer Melhor

Com o envelhecimento algumas capacidades cognitivas e subjetivas tendem a agravar-se como é o caso da memória e da criatividade.

A evolução negativa dessas capacidades pode ser mais lenta no caso da pessoa estar continuamente a aprender. A animadora sociocultural do Centro Humanitário de Elvas da Cruz Vermelha Portuguesa, Sandra Fouto, explica que vários fatores influenciam este processo.

Certos estudos comprovam que a escolaridade e a constante atitude de aprendizagem têm um impacto positivo no possível agravamento de capacidades como a memória e a criatividade.

A criatividade na terceira idade é o tema desta semana da rubrica “Envelhecer Melhor” com a animadora sociocultural do Centro Humanitário de Elvas da Cruz Vermelha Portuguesa, Sandra Fouto.