Centro de Formação Equestre inaugurado no Museu Militar de Elvas (c/fotos)

O Centro de Animação e Formação Equestre, no Museu Militar de Elvas, a partir desta quinta-feira dia 11, conta com mais 21 boxes para cavalos, espaço para rações, palha e arreio, e uma área de lavagem de cavalos.

A inauguração da obra de ampliação decorreu hoje à tarde e Nuno Mocinha, presidente da Câmara Municipal de Elvas, enalteceu “a importância destas infraestruturas para possibilitar que o único curso a nível nacional de equinicultura possa posteriormente ter provas internacionais ao nível equestre o que irá enriquecer o concelho”.

José Manuel Rato Nunes, diretor da Escola Superior Agrária de Elvas, referiu que “a ampliação do Centro de Formação Equestre é a condição mínima e suficiente para terem mais alunos e apostar no curso de equinicultura que tem todas as condições para ser um sucesso”.

Para o diretor do Museu Militar de Elvas, coronel Joaquim Bucho, “o empenho económico da câmara municipal duplicou o alojamento de equídeos” e” quando a parte de bancadas estiver terminada esta será outra mais valia para o Museu Militar de Elvas, não só para ter mais juventude, mas também na vertente turística que irá trazer mais pessoas à cidade no âmbito dos concursos nacionais e internacionais, o que é também uma mais-valia para o museu”.

Estas instalações são utilizadas pela Escola Superior Agrária de Elvas para lecionar a licenciatura de Equinicultura e o Curso Técnico Superior Profissional de Desporto de Formação Equestre.