Câmara de Elvas adjudica nova EB 2,3 de Santa Luzia

A adjudicação da empreitada de construção da nova Escola EB 2,3 de Santa Luzia foi aprovada pela Câmara Municipal de Elvas, em reunião extraordinária, na manhã desta quarta-feira dia 20, no salão nobre.

Os dois pontos discutidos, aprovados por unanimidade, foram a adjudicação da referida empreitada e a transferência de competências para a autarquia.

No que toca à descentralização de competências, foram abordados dois temas: passar o castelo para a posse e gestão da Câmara Municipal de Elvas e a transferência de competências na área da saúde animal e a segurança alimentar. O presidente da câmara, Nuno Mocinha, explicou que ambos os pontos foram abordados, mas em relação à saúde animal e segurança alimentar o município só pretende assumir essas competências em 2020.

A gestão e posse do castelo vão ser discutidas em Assembleia Municipal extraordinária no dia 28 de março. A transferência de competências depende agora do Ministério da Cultura, como afirmou Nuno Mocinha.

A adjudicação da obra da Escola EB 2,3 de Santa Luzia, conhecida por “Ciclo de Santa Luzia”, foi aprovada. Nuno Mocinha informou que o valor da obra está previsto em 6 milhões e 200 mil euros. A adjudicação foi feita à empresa Ramalho Rosa Cobetar, a mesma que fez a recuperação do Forte da Graça.

A reunião extraordinária da Câmara Municipal de Elvas decorreu no salão nobre da sede do município e teve menos de um quarto de hora de duração.