Protocolo entre Badajoz e Golegã para feira do cavalo

O Ayuntamiento de Badajoz, através da Feira de Badajoz IFEBA, e a Câmara Municipal da Golegã demonstram interesses comuns devido às feiras relativas ao cavalo, que ambas organizam. Neste sentido, foi assinado um protocolo de colaboração pelo Alcaide de Badajoz, Francisco Javier Fragoso, e o presidente da Câmara Municipal da Golegã, José Tavares Veiga Silva Maltez.

A Ecuextre- Feira do Cavalo e do Touro realiza-se em Badajoz no mês de junho e conta com vários concursos nacionais de diferentes raças puras de cavalos, bem como a presença de compradores internacionais, expositores comerciais, espetáculos taurinos, atividades de lazer e gastronomia. Já a Feira Nacional do Cavalo que se realiza na Golegã, no mês de novembro, é considerada a feira mais importante do cavalo lusitano de Portugal, com diversas competições, desfiles tradicionais, expositores comerciais, e compradores.

A presença dos mais importantes cavalos de raça pura lusitana faz com que seja especialmente importante para a Feira Ecuextre de Badajoz manter a colaboração com esta feira portuguesa, assim como a presença dos mais importantes cavalos de raça pura espanhola na feira pacense é importante para as duas feiras

A colaboração vai beneficiar tanto a Feira Nacional da Golegã, como a Equextre de Badajoz, na sua atividade económica, cultural, turística e de progresso comercial. É desta forma oportuno estabelecer relações de cooperação para alcançar estes objetivos e colocar em marcha iniciativas e atividades de interesse para as duas feiras, uma estratégia comum de divulgação, com condições especiais de exposição e alojamento para expositores e cavaleiros, celebração de concursos hípicos conjuntos, realização de exposições temáticas, intercâmbio de publicações culturais e informativas, conferências sobre temas de interesse, visitas turísticas, entre outras.

Este protocolo coloca em evidência, uma vez mais, a intenção de Badajoz e da sua Instituição Ferial, de manter uma relação próxima com Portugal, como uma parte integrante das estratégias que se desenvolvem na IFEBA, dotanto todos os eventos que se realizam, marcados pela diferenciação e pelo caracter transfronteiriço, o que contribui de forma enriquecedora, para as mesmas.